O Gato e o Pires Raro de Jerusalém

Um italiano estava em Jerusalém, participando de uma feira de antiguidades.

Um dia, passando por um restaurante, viu na calçada um gatinho tomando leite em um pires.

Conhecedor e colecionador de arte, percebeu que o prato era uma peça rara de cerâmica, muito valiosa, provavelmente descoberta em escavações arqueológicas em Israel.

Entrou na loja e ofereceu U$ 10 pelo gato.

O comerciante falou:
– “Não está à venda.”

Não querendo perder a oportunidade de levar o pires, o visitante argumentou:
– “Olha, esse gato é sujo e feio, mas sou excêntrico e gosto de bichos assim. Vou aumentar minha oferta para U$ 100.”

O dono do restaurante, pegando o dinheiro, respondeu:
– “Negócio fechado.”

O turista, animado pela perspectiva de conseguir o que queria, falou:
– “Por esse valor, tenho certeza de que não se importará se eu levar o pratinho. O gato parece muito feliz bebendo nele. “

E o israelense, definitivo:
– “De jeito nenhum. Esse é o meu pires da sorte. Graças a ele só nesta semana já vendi 34 gatos.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *