Cinco Idosas Judias na Autoestrada

Cinco velhinhas do Comitê de Solidariedadee de uma Sinagoga dos Estados Unidos precisaram sair de sua cidade para visitar uma família em município vizinho.

Para facilitar, decidiram viajar todas no carro da mais nova, Malca, de 83 anos, cujos filhos, aliás, não queriam mais que dirigisse por receio de que se envolvesse em acidentes.

Em determinado momento, mal tinham entrado na interseção de uma rodovia, um Policial Rodoviário que estava parado na lateral esperando para pegar motoristas em alta velocidade, viu que o carro vinha andando bem devagar, aproximadamente a 25 MPH de acordo com o radar. Sabendo que em autoestradas isso pode ser tão perigoso quanto um automóvel correndo demais, saiu atrás com sua motocicleta, alcançando as idosas poucos metros adiante.

Malca quase não ouviu a sirene, mas quando percebeu que havia um policial sinalizando com a luz, encostou e esperou que ele viesse até o carro.

Ao se aproximar, o oficial percebeu que no automóvel estavam cinco velhinhas, duas no banco da frente e três no de trás, sendo que todas, com exceção da motorista, estavam com os olhos arregalados e brancas como fantasmas.

A motorista, obviamente confusa, se apressou em dizer:
– “Policial, eu não entendo, eu estava dentro do limite de velocidade! Qual é o problema?”

Sem disfarçar o riso, o patrulheiro respondeu:
– “A Senhora não estava em alta velocidade, mas deve saber que dirigir muito abaixo do limite também pode ser um perigo para outros motoristas”.
– “Não, senhor, eu estava perto do limite de velocidade, que é de 27 milhas por hora!” – Malca disse, até um pouco orgulhosa.

Nesse momento o Policial estadual, tentando conter uma risada, explicou à ela que “27” era o número da rodovia, não o limite de velocidade. Já em seguida, Malca, um pouco envergonhada, agradeceu ao policial por apontar seu erro.

Antes que a motorista ligasse o automóvel para retomar a viagem, ele falou:
“Mas antes de deixá-la ir, senhora, eu tenho que perguntar… Todas neste carro estão bem? Suas amigas parecem terrivelmente abaladas e não deram um único pio esse tempo todo!”

Já sorridente, Malca respondeu:
– “Ah, elas vão ficar bem em um minuto, oficial. Nós acabamos de sair da rodovia 129!”

Gosta do Humor Judaico?
Se você gostou da publicação, compartilhe o link clicando nos ícones abaixo. NÃO COPIE E COLE. Com isso você respeitará e valorizará meu trabalho de pesquisa, tradução e adaptação do melhor do Humor Judaico.   


Foto: Mark Miller – Pixabay

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.