Einstein e o Humor Judeu

Existem muitas histórias e piadas sobre Einstein.

Há também inúmeras citações atribuídas a ele, e é quase impossível estabelecer o que é verdadeiro ou falso.

Compartilho algumas dessas histórias que pesquisei, todas com pitadas de humor:

1 – O pequeno Samuel estava conversando com o avô acerca do grande cientista e sua Teoria da Relatividade.
“Ah, é? E o que diz essa teoria?” – perguntou o velho.
E o menino respondeu:
– “O professor falou que poucas pessoas no mundo são capazes de entender, mas então ele disse o que significa realmente. A Relatividade é assim: se um rapaz sentar ao lado de uma moça bonita por uma hora, vai parecer um minuto. Mas se ele sentar numa chapa quente por um minuto, vai parecer uma hora. Essa é a Teoria da Relatividade”.
O avô ficou alguns segundos em silêncio, sacudindo a cabeça, e então disse ao neto:
– “Samuel, o que esse tal de Einstein faz para ganhar a vida?”

2 – Albert Einstein e a esposa estavam visitando o observatório de Mount Wilson na California, e a Senhora Einstein perguntou, indicando um equipamento que parecia ser bastante complexo:
– “Para que serve esta máquina?”
– “Ela é usada para determinar a forma do universo” – respondeu um dos cientistas.
E ela falou:
– “Sério? Meu marido fez isso desenhando atrás de um envelope.”

3 – Num jantar, Einstein estava sentado ao lado de uma atriz principiante, visivelmente ingênua, que lhe perguntou qual era a diferença entre “tempo e eternidade”. O grande cientista respondeu:
– “Madame, se eu dedicasse todo o meu tempo para lhe explicar, a senhorita precisaria da eternidade toda para entender.”

Gosta do Humor Judaico?
Se você gostou da publicação, compartilhe o link clicando nos ícones abaixo. NÃO COPIE E COLE. Com isso você respeitará e valorizará meu trabalho de pesquisa, tradução e adaptação do melhor do Humor Judaico.   

 

One thought on “Einstein e o Humor Judeu

  • Hélio Azevedo de Castro

    Dele também tem uma boa (e verídica): após concluir uma aula, Einstein saiu andando pelo compus da Universidade. Pouco depois, alguns estudantes o cercaram e pediram que ele esclarecesse um detalhe da aula que havia acabado de ministrar. Após esclarecer os alunos, estes já iam saindo quando o mestre os chamou de volta e perguntou: -Quando vocês me encontraram, eu estava indo ou vindo? E um estudante respondeu: – O senhor estava indo por aquele caminho! E Einstein, satisfeito: – Obrigado! Então já almocei…

    Responder

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.