Os Maiores Arrependimentos da Vida (4)

Sigo com a publicação da série, hoje com os “capítulos” 7 e 8. 

Para facilitar para quem perdeu os anteriores, ao final de cada postagem colocarei os links de todos já publicadas. 

7. Não ter confiança suficiente em mim mesmo.
Voltando ao ponto anterior, um grande arrependimento para a maioria é questionar porque tínhamos tão pouca confiança em nós mesmos. Porque permitimos que as preocupações dos outros pesassem tanto sobre nós, em vez de confiar naquilo em que acreditávamos? Talvez pensássemos que não valia a pena ter o que queríamos ou talvez apenas pensássemos mal de nós mesmos. Mais tarde, gostaríamos de ter sido mais autoconfiantes.

8. Viver a vida que meus pais queriam que eu vivesse em vez de viver a que eu queria.
Devido a essa falta de confiança, muitos de nós nos deixamos levar pela vida que achamos que nossos filhos deviam ter. Seja porque nos dizem explicitamente ou decidimos inconscientemente, fazemos escolhas importantes na vida – sobre onde estudar, o que estudar e onde trabalhar – porque pensamos que é isso que deixará nossos pais felizes. Nossa felicidade é derivada da felicidade deles – ou assim pensamos. Só mais tarde – 10 ou 20 anos depois – descobrimos que os amigos ao nosso redor estão morrendo e não estamos realmente fazendo o que queremos. O pânico pode começar a se instalar. De quem é a vida que estou vivendo?


Foto: Tyler Farmer – Unsplash

Capítulos 1 e 2: CLIQUE AQUI

 

Capítulos 3 e 4: CLIQUE AQUI

 

Capítulos 5 e 6: CLIQUE AQUI

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *